historia da religião

Monday, December 12, 2005


HISTÓRIA DA RELIGIÃO

INTRODUÇÃO


Todas as grandes religiões do mundo se originaram na Ásia e três delas , Judaísmo, Cristianismo e Islamismo , em uma área relativamente pequena da Ásia Ocidental. Igualmente notável é a
concentração de grandes líderes espirituais em diferentes partes do mundo no século 6 a.C, ou em um período próximo.
Foi a época de Confúcio e talvez de Lao-Tsé, na China; de Zoroastro , na Pérsia ; de Gautama, o Buda , na Índia ; do maior dos profetas hebreus, chamado o segundo Isaías ( Isaías 40 -55) ; e de Pitágoras , na Grécia.
É possível que o aparecimento de civilizações que se diziam universaisdesse origem a religiões universais ; ou então as novasreligiões eram uma reação às tensões nas sociedades existentes
e à necessidade de uma saída espiritual e uma fé que transcedesse um politeísmo supersticioso. De qualquer forma, o movimento em direção a única realidade espiritual coincidiu com a procura dos pensadores gregos de um princípio único que explicasse o mundo material.
Entre as principais religiões monoteistas ( que acreditam em só Deus) do mundo estão o Judaismo , o Cristianismo ( que se divide em três ramos - Catolicismo , protestantismo e Igreja Ortodoxa) e o islamismo . Das religiões politeístas orientais (que cultuam vários deuses), destacam-se o hinduismo , o budismo , o confucionismo , o xintoísmo e o Taoísmo . O xamanismo está presente na Ásia , na Oceania e na América do Norte. No Brasil são importantes ainda a Umbanda e o Candomblé , cultos de origem africana e o espiritismo, em especial a corrente Kardecista.

DEFINIÇÃO DE RELIGIÃO - Crença na existência de um ou vários seres superiores que criam e controlam o cosmo e a vida humana e que, por isso, devem ser comum o reconhecimento do sagrado e da dependência do homem para com poderes sobrenaturais. A prática religiosa tem por objetivo prestar tributos e estabelecer forma s de submissão a esses poderes. A adesão a uma religião implica a freqüência a seus ritos e a observância de suas prescrições.
JUDAÍSMO


Primeira Religião monoteísta da humanidade . Cronologicamente é a primeira das três religiões originárias de Abrãao ( As outras são cristianismo e o Islamismo ). Tem origem no pacto que teria sido firmado entre Deus e os hebreus , fazendo destes o povo escolhido.
Possui forte característica étnica , na qual nação e religião se mesclam. Existem atualmente cerca de 135 milhões em Israel . No Brasil segundo o IBGE, havia cerca de 86 mil em 1991. Os Judeus eram um povo pouco numeroso que , segundo a tradição ; mudou da Mesopotâmia para a Palestina. Sua História documentada
começou com a fuga à opressão no Egito, seguindo o líder Moisés . Eles atribuíram tal fuga a um ser divino chamado Jeová ou o Senhor , com quem fizeram aliança de que seriam o seu povo e ele seria o seu Deus, aliança associada às exigências
simples mas profundamente morais do Dez Mandamentos , os fundamentos da Tora ou Lei. A princípio , tratava-se de um povo único , marcado por leis sobre alimentação , circuncisão e outros costumes religiosos. O fato de ser Jeová um deus que os adotara do exterior carregava as sementes do universalismo e uma série de profetas mantiveram o desafio da probidade ética e religiosa.
Os Judeus sofreram continuamente a dominação política e militar de outros povos e a conseqüente diáspora. Levou-os a grande parte do Mediterrâneo e também para leste. Mais tarde, como resultado da perseguição aos cristãos, os judeus migraram para locais ainda mais distantes.
Livros Sagrados - O texto da Bíblia Judaica é fixado no final do século I. Divide-se em três livros: Torá , a escritura sagrada , os Profetas ( Neviim) e os Escritos ( Ketuvim). A Torá , ou Pentateuco , reúne o Gênese , o Êxodo , o Levítico , os Números e o Deuteronômio . Ela e Os Profetas são escritos antes do exílio na Babilônia , os textos de Os Escritos, depois. No início da Era Cristã, as tradições orais são registradas no Talmude, dividindo em quatro livros: Mishnah, Targumin, Midrashim e Comentários.
Manuscritos do Mar morto - Entre 1947 e 1956 são descobertos nas cavernas de Qumrân, no Mar Morto, os mais antigos fragmentos da Bíblia Hebraica , escondido pela tribo judaica dos essênios no século I. Nos 800 pergaminhos escritos entre 250 a.C e 100 d.C , aparecem comentários teológicos e descrições
da vida religiosa dos essênios , revelando aspectos até então considerados exclusivos do cristianismo. Alguns textos são muito semelhantes aos Evangelhos do Novo Testamento e se referem a práticas que lembram a Santa Ceia, o Sermão da Montanha e a Cerimônia do batismo. São considerados um dos principais achados arqueológico da história.
Práticas e Festas Religiosas - Os rabinos são pessoas habilitadas a comentar textos sagrados e a presidir cerimônias religiosas que acontecem nas sinagogas. O símbolo do judaísmo é o Menorá, candelabro sagrado com sete braços. As Festas religiosas são definidas pelo calendário lunar e, por isso, têm datas móveis. As
Principais são: Purim - Comemora-se a salvação de um massacre planejado pelo rei Persa Assucro. A Páscoa (Pessach) celebra a libertação da escravidão egípcia, em 1300 a. C. Shavuót - Homengageia a revelação da Torá ao povo de Israel, em aproximadamente 1300 a. C. Rosh Hashaná - é o Ano-Novo dos Judeus.
O ano judaico é contado de Setembro de 1998 - é o 5758 (graus) da criação do Mundo. A partir de Rosh Hashaná começam os dias temerosos, em que se faz um balanço do ano terminado.
Eles culminam no Vom Kipur , dia do perdão , quando os judeus fazem um Jejum de 25 horas para purificar o espírito.
Sucót - Comemora a peregrinação pelo deserto, após a saída do Egito. Chanucá de Jerusalém , no século V. ªc. O Simchat Torá - comemora a entrega dos Dez Mandamentos a Moisés.


CRISTIANISMO


Última grande religião mundial antes, do islamismo, originou-se na Palestina. Pouco se sabe sobre seu fundador , Jesus de Nazaré , antes de , aos 30 anos , começar a pregar que .o reino de Deus está próximo., mensagem aguardada então por muitos judeus .
Seu país, anexado formalmente por Roma em 6 d. C., estava em conflito e possuía muitas seitas , algumas basicamente espirituais ( como os essênios) , outras políticas (como os depois chamados
zelotes), a prometida chegada do Messias , ou salvador, para libertá-los. A princípio , as multidões seguiram Jesus, vendo nele esse Messias . Mas as autoridades judaicas perceberam que sua autoridade estava ameaçada pela mensagem de Jesus que, após pregar por três anos, foi entregue ao procurador romano e crucificado como revolucionário . A nova fé mostrou-se tenaz , apesar da morte prematura de sue fundador. Os disçipulos de Jesus,e mesmo o líder , Simão Pedro (a Pedra) , haviam abandonado Jesus, mas sua fé foi restituída pela Ressurreição : Jesus teria aparecido perante eles após a morte para que anunciassem as boas novas sobre o poder supremo de Deus. Esta revelação foi , a princípio , apresentada em um contexto puramente judaico.
Não se sabe se Jesus acreditava que Deus o havia enviado para converter os gentios. Coube a Paulo, um judeu convertido de Tarso , mostrar o poder da extensão do apelo do cristianismo
ao pregar nas Ilhas do Egeu , na Ásia Menor, Grécia , Itália e talvez Espanha. As comunidades judaicas existiam todas as áreas e eram alvo dos pregadores cristãos. Os ensinamentos de Jesus
despertavam o interesse dos pobres e humildes , que encontravam no reino de Deus uma mensagem de esperança. O número de convertidos cresceu, introduzindo-se rapidamente nas classes instruídas e de forma mais significativa nas massas urbanas do que no campo, que há tempos mantinha crenças pagãs. A Antioquia - .o berço do cristianismo gentio. - influenciou o norte e o leste do Império. Em algum momento antes de 200, E dessa tornou-se um baluarte cristão e igrejas do século 1 eram fundadas no Ocidente em Pozzuoli, Roma e talvez Espanha; no século 2 , as províncias orientais do Império tinham muitas igrejas que se espalharam no vale do Reno e norte da África. Apesar da repressão e perseguição conversões prosseguiram. A recusa dos Cristãos em cultuar os imperadores , servir de magistrados ou carregar armas tornavam os suspeitos. Mas suas crenças não atraíam apenas os oprimidos : por volta de230 , a Igreja tinha
adeptos no palácio e altos postos do Exército. A reação pagã causou mais perseguições em 151 e em 303. Aos poucos , os que acreditavam na Segunda vinda de Cristo perceberam que não se tratava de algo iminente e , no fim do século 3 e início do século 4 , a dispersão das igrejas exigia estruturas que mantivessem a disciplina e protegessem a pureza doutrinária . A autoridade
residia na Bíblia e na tradição da adoração e dos sacramentos salvaguardados pelos bispos (supervisores) ,responsáveis pelo clero.
A doutrina baseia-se no anúncio da ressurreição de Cristo, na promessa de salvação e vida eterna para todos os homens e na mensagem de fraternidade.
Bíblia Cristã - Ë composta do Antigo e do Novo Testamento num total de 73 livros, para os Católicos, e 66 , para os protestantes. O Antigo Testamento trata da lei judaica , também chamada de Torá. O Novo Testamento contém textos posteriores à morte de Cristo , entre eles , os quatro Evangelhos , a principal fonte sobre a vida de Jesus. Os outros textos são os Atos dos Apóstolos, as Epístolas e o Apocalipse. Festas Religiosas - As principais festas Cristãs são o Natal , em 25 de Dezembro, que comemora o nascimento de Cristo ; a Páscoa,no Domingo da primeira lua cheia de outono ( Hemisfério sul) , que celebra a ressurreição de Cristo ; e Pentecostes, 50 dias após a Páscoa, quando é recordada a descida do Espírito Santo. No Domingo seguinte ao de Pentecostes, os Cristãos homenageiam a Santíssima trindade ( Pai, Filho e Espírito Santo).O dia dos Reis, 6 de Janeiro lembra a visita dos três reis Magos (Gaspar , Melchior e Baltasar) ao menino Jesus, em Belém. Catolicismo- Um dos ramos da religião Cristã. Reconhece o papa como autoridade máxima e venera a Virgem Maria e os Santos. O termo Católico vem do grego Katholikos , universal. A adoção desse nome vem da idéia de uma igreja que pode ser aceita e levar a salvação a qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo.
A missa é o principal ato litúrgico e por meio da aceitação dos sacramentos o católico reafirma sua fé. A história do Catolicismo está associada à expansão do Império Romano e ao surgimento
de novos reinos em que este se divide. Sua difusão se vincula ao desenvolvimento da civilização ocidental e ao processo de colonização e aculturação de outros povos. Hoje o Catolicismo possui
1 bilhão de Adeptos .
Igreja Católica - A sede da Igreja Católica fica no Vaticano, um pequeno Estado independente no centro de Roma , Itália.
Liturgia Católica - As missas foram rezadas em latim até a década de 60 quando o Concílio Vaticano II autoriza o uso da língua . Os sacramentos rituais são batismo, eucaristia, crisma ( ou confirmação da fé) , penitência ( ou confissão) ,matrimônio , ordenação e unção dos enfermos. O casamento de sacerdotes é proibido desde a Idade Média, salvo em algumas igrejas orientais unidas a Roma ( por exemplo , a Maronita). As mulheres não são admitidas no sacerdócio ordenado.
Igreja Ortodoxa - Igreja que resulta do cisma ocorrido no catolicismo em 1054 , quando o Império Bizantino rejeita a supremacia de Roma, patriarcado do Ocidente. Até então , duas grandes tradições convivem no interior do cristianismo ; a latina , no Império Romano do Ocidente, com sede em Roma , e a bizantina , no Império Romano do Oriente, com sede em Constantinopla (antiga Bizâncio e atual Istambul , Turquia). Divergências Teológicas e políticas causam a ruptura entre as duas Igrejas, que se excomungam mutuamente, condenação só revogada em 1965 pelo papa Paulo VI e pelo patriarca Athenágoras I. A Igreja Ortodoxa
ou Igreja Cismática Grega é menos rígidas nas formulações dogmáticas e na hierarquia e também valoriza a liturgia. O Cristianismo Ortodoxo ( reta, opinião em grego) tem originalmente quatro sedes ( patriarcados). Jerusalém , Alexandria, Antióquia e Constantinopla. Mais tarde são incorporados os patriarcados de Moscou, de Bucareste e da Bulgária, além das igrejas autônomas nacionais da Grécia, da Sérvia, da Geórgia, de Chipre e da América do Norte. Todas as Igrejas Ortodoxas têm diferenças políticas e religiosas. Possuem , no total , cerca de 174 milhões de fiéis
em todo o mundo.
Liturgia do Cristianismo Ortodoxo- Os rituais são cantados sem instrumentos musicais .São proibidas imagens esculpidas de santos ,exceto o crucifixo e os ícones sagrados . Os sacramentos
são os mesmos da Igreja Católica e reconhecidos reciprocamente.Os ortodoxos não admitem o purgatório nem a superioridade e a infabilidade do papa. Também rejeitam a doutrina
católica da Imaculada Conceição, porque, segundo eles, esse dogma não faz parte da narrativa Bíblica e é contrário à doutrina tradicional do pecado original. A assunção daVirgem Maria , porém é aceita , com base na afirmação formal dos livros litúrgicos.
Os graus de ordem na Igreja Ortodoxa são três : Diácono, padre e Bispo. Os padres e diáconos recebem Títulos honoríficos (arquimandrita, ecônomo, arquidiácono), que não conferem primazia espiritual ou administrativa. Os padres podem casar-se (antes da ordenação) , mas não os monges.
ISLAMINISMO
Religião Monoteísta baseada nos ensinamentos de Maomé ( chamado O Profeta), contidos no livro sagrado islâmico , o Alcorão .
A palavra Islã significa submeter-se e exprime a submissão à lei e à vontade de Alá ( Allah, Deus em Árabe). Seus seguidores são chamados muçulmanos . Muslim , em Arábe , aquele que se submete a Deus. Fundada onde hoje é a Arábia Saudita , estima-se que reuna mais de 1 bilhão de fiéis ( 18 % da população mundial, em especial no norte da África, no Oriente Médio e na Ásia). É a Segunda maior religião do mundo , atrás apenas do cristianismo.
No Brasil, segundo estimativa da Mesquita Islâmica de São Paulo há cerca de 1 milhão de muçulmanos Maomé - O nome Maomé ( 570 -632) é uma alteração hispânica de Muhammad, que significa digno de louvor. O Profeta nasce em Meca , numa família de mercadores , começa sua pregação aos 40 anos, quando, segundo a tradição, tem uma visão do arcanjo Gabriel , que lhe revela a existência de um Deus único. Na época, as religiões da península Arábica são o cristianismo bizantino , o judaismo e uma forma de politeísmo que venera vários deuses tribais. Maomé passa a pregar sua mensagem monoteísta e encontra grande oposição. Perseguido em Meca , é obrigado a emigrar para Medina, em 622. Esse fato, chamado Hégira, é o marco inicial do calendário muçulmano. Em Medina , ele é reconhecido como profeta e legislador , assume a autoridade espiritual e temporal , vence a oposição judaica e estabelece a paz entre as tribos árabes.
Quase dez anos depois, Maomé e seu exército ocupam Meca, sede da Caaba , centro da peregrinação dos muçulmanos.
Maomé morre em 632 como líder de uma religião em expansão e de um Estado Árabe em via de se organizar politicamente.
Livros Sagrados- O alcorão ( do árabe Al-qur.ãn, leitura) é a coletânea das diversas revelações divinas recebidas por Maomé de 610 a 632. É dividido em 114 suras (capítulos) , ordenadas
por tamanho. Seus principais ensinamentos são a Onipotência de Deus e a necessidade de bondade, generosidade e justiça nas relações entre as pessoas. Neles estão incorporados elementos fundamentais do judaismo e do cristianismo ,além de antigas tradi
ções religiosas árabes. A Segunda fonte de doutrina do Islã a Suna , é um conjunto de preceitos baseados nos Ahadith ( ditos e feitos do profeta) .
Preceitos Religiosos - A vida Religiosa do Muçulmano tem práticas
bastante rigorosas. Ele deve cumprir os chamados pilares da religião. O primeiro é a Shadada ou Profissão de fé: Não há deus e sim Deus. Maomé é o profeta de Deus. Ela deve ser recitada
pelo menos uma vez na vida , em voz alta, com pleno entendimento de seu significado. O segundo pilar são as cinco orações diárias comunitárias ( Slãts), durante as quais o fiel deve ficar
ajoelhado e curvado em direção a Meca. Às sextas-feiras realiza-se um sermão a partir de um verso do Alcorão, de conteúdo moral, social ou político. O terceiro pilar é uma taxa chamada
Zakat. Único tributo permanente ditado pelo Alcorão, é pago anualmente em grãos, gado ou dinheiro. Deve ser empregado para auxiliar os pobres, mas também para o pagamento de resgate de muçulmanos presos em guerras. O quarto pilar consiste no jejum completo feito durante todo o mês do Ramadã do amanhecer ao por do sol. Nesse período, em que se celebra a revelação do Alcorão a Maomé , o fiel não pode , comer, beber, fumar ou manter relações sexuais. O quinto pilar é o hajj ou a peregrinação a Meca, que precisa ser feita pelo menos uma vez na vida por todo muçulmano com condições físicas e econ6omicas para tal.
Festas Religiosas - As principais são Eid el Fitr, Eid el Adha , ano de Hégira e a comemoração do nascimento de Maomé. Elas acontecem nessa ordem ao longo do ano e são definidas segundo
o calendário lunar, por isso têm datas móveis . Na Eid el Fitr é comemorado o fim do Ramadã , com orações coletivas. Eid el Adha rememora o dia em que Abraão aceita a ordem divina de
sacrificar um carneiro em lugar de seu filho, Ismael. Na época de Eid el Adha também acontece a peregrinação do mês Muharram. O ano atual ( 1997/1998) é o 1418 (graus) da Hégira. O marco
inicial é o ano de 622 , quando Maomé deixa Meca.
Divisões do Islamismo- Os muçulmanos se dividem em dois grandes grupos, os sunitas e os xiitas. A rivalidade com os sunitas é exacerbada com a revolução iraniana por Ruhollah Khomeini.
Ruhollah Khomeini- Líder espiritual e político iraniano ( 1902-1989) . Nasce em Bandar , Khomeini e começa a estudar teologia aos 16 anos. Leciona na faculdade de Qom , onde recebe o título de Aiatolá (sacerdote; do árabe sinal de Deus). Em 1941 publica.
A Revelação dos segredos, acusando o governo do Xá Rez Pahlevi de desvirtuar o caráter islâmico do país. É preso em 1963 por incentivar manifestações contra a Revolução Branca. Em
1964 exila-se na Turquia e mais tarde no Iraque e na França, de onde comanda o movimento xiita que derruba a Monarquia Iraniana em 1979 . No mesmo ano retorna ao Irã e proclama a República Islâmica , rigorosa na manutenção e na obediência dos princípios muçulmanos. Torna-se a autoridade suprema do país . Persegue intelectuais, comunidades religiosas rivais, partidos poíticos e todos os que se opõem à união entre Estado e religião.
De 1980 a 1988 chefia a guerra contra o Iraque, cujo saldo é de aproximadamente 700 mil mortos. Morre em Teerã, um ano depois de terminado o conflito.

a